Em um período em que a pandemia da COVID-19 afetou os negócios, as empreendedoras precisam mais do que nunca ser celebradas. Assim, a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil – Seção Paraná (ADVB/PR) apoia o Prêmio Empreendedora Curitibana 2021, que já está com as inscrições abertas.

Em sua quarta edição, a premiação, que é bianual e é organizado pela Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação S/A para valorizar mulheres empreendedoras que se destacaram em diferentes áreas de negócio, vai abranger iniciativas de empreendedoras dos 29 municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e reconhecer ações de mulheres em startups e de impacto socioambiental. Entre as outras categorias estão: Microempreendedora Individual (MEI), Ideia Empreendedora, Micro e Pequena Empresa, e Empreendedorismo Social.

“Curitiba e região possui mais de 50 mil empreendedoras, mostrando a força de trabalho da mulher, que se reinventou e fez de um ano de desafios, um ano de ainda mais força e reinvenção. Apoiar o prêmio é ir ao encontro da premissa da associação que é de fomentar a cultura empreendedora e incentivar práticas em prol do mercado”, diz o presidente da ADVB/PR, Ney Braga Alves.

“O Prêmio vem apoiar essa mulheres que fazem da resiliência sua bandeira e vai mostrar como, além de resilientes, somos forte e focadas”, disse a presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação S/A, e diretora da ADVB/PR, Cris Alessi. Ela lembrou que, com a pandemia, estima-se um retrocesso da mulher no mercado em 15 anos. “Isso interrompe também um crescimento feminino no empreendedorismo. Temos de lutar para voltar essa tendência de evolução”, disse.

As inscrições para a premiação deste ano estão abertas até o dia 6 de julho e podem ser realizadas no site da premiação: AQUI.

Podem participar da 4ª edição do Prêmio Empreendedora Curitiba mulheres (cisgênero e transgênero) acima dos 16 anos(desde que emancipadas), que morem em Curitiba ou municípios da Região Metropolitana.

Até a premiação final, em 19 de novembro, as inscritas participam de capacitações on-line e serão avaliadas em diferentes etapas, que inclui avaliação de documentos e do projeto.

No final de agosto, passam pela primeira fase classificatória, com apresentação das propostas em formato de Pitch, que seleciona dez empreendedoras para a etapa de entrevistas. As selecionadas também vão concorrer à uma menção honrosa de voto popular. Na cerimônia de premiação, em 19 de novembro, serão divulgadas e premiadas as três primeiras colocadas nas cinco categorias.

Lançado em 2015, como uma das ações do Programa Empreendedora Curitibana para inspirar o desenvolvimento de novos negócios liderados por mulheres e fomentar a economia local, o Prêmio Empreendedora Curitibana capacitou mais de 850 mulheres nas suas três primeiras edições.

A premiação tem como embaixadoras: Gislayne Muraro (diretora executiva da ADVB/PR), Albanir Fracaro (ACP), Birgit Keller Marsili (BPW), Fernanda Oliveira (ACIAP SJP), Heloisa Garrett (LIDE/PR), Lênia Luz (Mulheres do Brasil), Luciana Burko Maciel (Fecomércio), Dra. Marcia Beatriz Cavalcante (WIM Angels), Margaret Mussoi Luchetta Groff (WEPS), Mônica Berlitz (Clube da Alice), Rafaela Boza (Sebrae/PR,) Raquel Rinc (Governo do Estado do Paraná), Salette Silveira Azevedo (ACIPI PINHAIS), Vera Bontorin (ACIC Colombo) e Marguerita Sansone (Primeira-dama da cidade de Curitiba).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui