11 de dezembro de 2017


Rogério Augusto Martins apresentou conceitos e exemplos de inovação

Em períodos de crise econômica, as empresas precisam se reinventar e apostar em inovação é uma questão de sobrevivência. Mas para alguns ainda é um bicho de sete cabeça e distante de entrar na rotina da empresa. O vice-presidente global de desenvolvimento de produtos e inovação da Whirlpool Corporation, Rogerio Augusto Martins, veio desmistificar alguns conceitos e mostrar que inovação está muito mais ligada a mudança de comportamento do que exatamente de grandes invenções.

“A inovação tem que estar associada a criação, mas tem que ser algo que tenha valor”, disse o vice-presidente. Ela pode ser tecnológica, de processo, produtos e serviços e modelo de negócios ou em uma dimensão que une todas elas. Segundo ele a cultura da inovação precisa estar engajada na organização e alicerçada em soluções, ferramentas e processos. “Quantas coisas que fazemos no dia a dia que podemos desafiar o jeito de fazer?”, questiona.

 

Fonte: Folha de Londrina

COMPARTILHE
Share on LinkedInShare on FacebookGoogle+Tweet about this on Twitter