4 de outubro de 2016


Fundador da rede de restaurantes Madero destacou a importância da qualidade no atendimento ao cliente

 

Com muita simplicidade e bom humor, Junior Durski, chef e fundador da rede de restaurantes Madero, conversou com centenas de empresários paranaenses nesta quinta-feira, 29 de setembro, no Estrela ADVB. Durante o evento, promovido pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil – Seção Paraná (ADVB-PR), ele contou sobre sua trajetória empreendedora, desde os tempos em que era madeireiro, até os dias atuais, gerenciando mais de 80 restaurantes em todo o Brasil e Estados Unidos.

Durski foi madeireiro na Amazônia e contou que foi no meio da selva que aprendeu a cozinhar de verdade, uma vez que não havia muitas opções de restaurantes e tinha bastante tempo livre. “Meu pai sempre foi um exímio assador de carnes, então eu já entendia de comer. Depois, foi só aprender a cozinhar”, comentou.

Quando voltou ao Paraná, se instalou em Curitiba com a família e passou para a área mais comercial do ramo da madeira, o que influenciou no seu conhecimento gastronômico: “como eu tinha que fazer reuniões de negócios no mundo todo, acabei conhecendo muitos restaurantes e isso só aumentou meu interesse pela cozinha”. Até que, segundo ele, sua vida de empresário madeireiro não estava mais satisfazendo-o. “Eu queria fazer algo que sempre quis fazer: cozinhar”, revelou.

Depois de cozinhar durante muito tempo para amigos, decidiu abrir o restaurante Durski, localizado no Largo da Ordem, em 1999. O empreendimento era focado na alta gastronomia com raízes eslavas, de onde sua família tem origem. O restaurante foi um sucesso de crítica – chegando a receber um prêmio da Revista 4 Rodas -, porém, não obteve muito sucesso com o público. Segundo ele, o cardápio era muito “polaco”, com expressões estrangeiras e difíceis, que  “espantavam os clientes”. Então, resolveu abrir um restaurante de carnes, utilizando todo o conhecimento que recebeu de seu pai e com viagens de pesquisa que fez aos EUA. Nascia o Madero.

Apesar do sucesso que a rede tem hoje, Durski conta que as tentativas iniciais de conquistar o público foram falhas. Ele chegou ao ponto de ter cinco restaurantes que só davam prejuízo, quando percebeu que o que estava errado era o preço. Para oferecer um custo menor, simplificou o processo de produção, criou alternativas para baixar os custos e tornou o atendimento mais rápido. “Percebi que pobre precisa pagar barato, já os ricos amam pagar barato”, brincou.

Ao destacar três pontos principais sobre o sucesso da marca, Durski citou a humildade, qualidade e trabalho. A grande prioridade, segundo ele, é a qualidade que todos os seus restaurantes devem ter. “Se tivermos que parar de crescer para manter a qualidade, pararemos”, disse. Ele também ressalta a importância da valorização de seus funcionários: “qualidade só se faz com muito trabalho e com uma equipe muito boa. Funcionário feliz é cliente feliz”, afirmou o chef.

Por fim, Durski comentou que a paixão é fundamental para um bom negócio: “para fazer o que gostamos, temos que gostar do que fazemos”, e anunciou que o slogan da sua rede: “O Madero faz o melhor hambúrguer do mundo” está mudando para “o hambúrguer Madero faz o mundo melhor”.

Eventos ADVB-PR

O presidente da entidade, Eduardo Jaime, aproveitou o evento para lembrar que as inscrições do Top de Marketing estão abertas. Os interessados podem enviar seus cases, por meio do site www.advbpr.com.br, até dia 15 de outubro, para concorrer em uma das seis categorias: Comunicação, Indústria, Serviços, Varejo, Social e Startups.

COMPARTILHE
Share on LinkedInShare on FacebookGoogle+Tweet about this on Twitter