12 de agosto de 2016

Falar em público: é possível atenuar este receio?, por Valéria Júlia Patriani

Desde os primórdios tempos, o ser humano utiliza a comunicação como forma de sobrevivência, satisfação de suas necessidades básicas e convivência com outros seres. Por que, então, encontramos hoje, na era da comunicação e do conhecimento, tantas pessoas com fortes restrições de falar em público?

Relendo alguns autores que se dedicam a escrever sobre o tema, pudemos observar que essa limitação existe por inúmeras razões: falta de confiança em si mesmo, temor em errar, receio da exposição, medo de parecer ridículo, desconhecimento do assunto, timidez, vícios de linguagem, entre outros.

Este artigo não tem a pretensão de fornecer e ensinar nenhuma fórmula ‘mágica’ sobre o assunto, mas, fundamentalmente, tem como objetivo orientar sobre as etapas que precedem uma apresentação, para que o futuro palestrante possa, seguramente, agir de maneira mais natural. E, para isso, algumas etapas precisam ser seguidas:

•Conheça o público para quem falará – faixa etária, escolaridade, sexo – essas informações o auxiliarão no tipo de discurso a ser utilizado;

• Divida a sua apresentação em início, meio e fim, pois dessa forma você terá a ideia do tempo necessário para cobrir todo o assunto;

• Tome um pouco de água antes de sua apresentação e mantenha uma reserva próxima a você, no caso de necessidade;

• Evite vícios de linguagem, tais como: “Tá?”, “Né”, “Tipo”, “Na verdade”. Policie-se;

• Utilize os recursos do power point com cuidado; use tópicos sobre o tema e discorra sobre eles.  Evite ler os slides;

• Fale com clareza, pronunciando bem as palavras;

• Faça a palestra para toda a plateia; olhe para todos os presentes alternadamente;

• Evite fazer perguntas individualmente, para não intimidar os participantes;

• Mude o slide e lembre-se de alterar o tom de voz – o público mantém a concentração por, no máximo, cinco minutos;

• Vista-se com roupas discretas, chamando a atenção apenas para o seu discurso;

• Desenvolva a sua apresentação e imagine possíveis questões; prepare-se para respondê-las;

• Faça um ensaio diante do espelho analisando os seus gestos e peça a alguém para assisti-lo;

• Aproveite o espaço que será seu durante a palestra – explore-o, andando de uma ponta a outra com tranquilidade, para interagir com o público;

• E finalmente, seja simpático, mantenha a humildade e conquistará o público!

*Valéria Júlia Patriani é coach executivo, pedagoga, pós-graduada em educação e recursos humanos pela PUC-Campinas, e colaboradora ADVB.

COMPARTILHE
Share on LinkedInShare on FacebookGoogle+Tweet about this on Twitter